| envie seu trabalho |seja colaboradorx |
Home > Arte > JÁ OUVIU FALAR EM CHUSEN? A BELA E CRIATIVA TÉCNICA DE ESTAMPAR

JÁ OUVIU FALAR EM CHUSEN? A BELA E CRIATIVA TÉCNICA DE ESTAMPAR

 

Uma das culturas mais ricas em ensinamentos é a japonesa, e entre outras coisas ela revela criativas e belas técnicas de estamparia artesanal. Apresentamos o Chusen, um método tradicional de tingimento manual exclusivo do Japão que reproduz desenhos delicados em dupla face no tecido. Tanto os desenhos quanto essa técnica são únicos, com padrões singulares em cada peça, o que as tornam exclusivas. Ao contrário da estamparia por máquina, o Chusen tinge o fio do tecido e não só a superfície. Os desenhos permeiam no tecido de maneira que podem ser vistos de ambos os lados, além de ser um método multicolorido. As estampas são criadas ao isolar partes do tecido com um tipo de pasta de amido aplicada uniformemente através de tela, e totalmente resistente aos corantes, esse processo é chamado de “bosen”. Parece simples, mas esse passo inicial é crucial e deve ser feito com excelência para que o tingimento não saia desigual. Em seguida é feita a mistura do corante em pó dissolvido em água quente, de acordo com a intensidade da cor desejada, e colocado em um recipiente em forma de funil que parece um aspirador de pó, chamado “pour-dyeing” ou “chuzen”, ele derrama o corante nas áreas desejadas do tecido, e suga o que sobra no fundo.

 
 

 

 

Foto: Workshop Tateishi Katsushika, Tóquio

Foto: Workshop Tateishi Katsushika, Tóquio

Foto: Workshop Tateishi Katsushika, Tóquio

 
 

O Chusen apesar de ser parecido com a serigrafia, é considerado melhor pelo fato do corante passar pela superfície dianteira e traseira do tecido fazendo com que a cor penetre e tenha boa fixação. Esse artesanato incrível é tradicionalmente usado para criar as populares toalhas de mão japonesas chamadas Tenugui. O Tenugui é usado no Japão desde 1600 e é descrito como “um pedaço de pano de algodão tingido”, muito versátil e usado de diversas maneiras: como toalha, bandana, gravata, para cozinhar, decoração de casas, embrulhar presentes e até mesmo na arte marcial japonesa, o kendo. Outra curiosidade é que ao utilizar o chusen no algodão as qualidades de absorção do tecido não são alteradas por ser tingido o fio, sendo assim as toalhas de algodão orientais são mais absorventes do que as ocidentais.
 
 

 

 
 


 
 
 

Conheça novas técnicas de tingimento e estamparia artesanal, eco amigáveis e slow fashion na produção de acessórios, vestuário e artigos de decoração na Oficina de Estamparia Botânica- Eco Print para a criação de padrões em tecidos com corante natural. Dia 25 de Agosto em São Paulo. Inscreva-se.

 

APRENDA A TÉCNICA DE TINGIMENTO NATURAL, ARTESANAL E MILENAR JAPONESA- OFICINA PRÁTICA DE SHIBORI ECO FRIENDLY #ECOLAB



 

APRENDA A CRIAR E PROGRAMAR TECIDOS ELETRÔNICOS E WEARABLES – OFICINA DE TECNOLOGIA VESTÍVEL PARA CRIAÇÃO DE VESTUÁRIO INTELIGENTE #FASHIONTECH


 

Please enter banners and links.

You may also like
UPCYCLING: ARTISTA TRANSFORMA LIXO EM ROUPAS INSPIRADAS NA RENASCENÇA
1º MUSEU INTERATIVO DEDICADO A MODA INOVADORA E SUSTENTÁVEL
CONHEÇA A PRIMEIRA GARRAFA PURIFICADORA DE ÁGUA DO MUNDO
VIAJE POR INCRÍVEIS PAISAGENS NATURAIS TECIDAS A MÃO