| envie seu trabalho |seja colaboradorx |
Home > Inovação > DO LIXO AO LUXO: ROUPAS SÃO RECICLADAS E DÃO ORIGEM A NOVOS PRODUTOS

DO LIXO AO LUXO: ROUPAS SÃO RECICLADAS E DÃO ORIGEM A NOVOS PRODUTOS

Pensando em toda a trajetória percorrida pelos produtos na indústria da moda, desde a escolha dos materiais, métodos utilizados, produção, distribuição, consumo e descarte, a agência de inovação BRIA e a marca de vestuário Sabinna desenvolveram em colaboração um projeto muito interessante, voltado a processos éticos, não tóxicos, e circular, dando longa vida aos materiais e diminuindo o impacto causado pelo consumo dos recursos naturais na produção.

 
 

 
 

Através do método de reciclagem desenvolvido por essa parceria, as roupas, e até mesmo o “lixo têxtil” dos aterros, podem ser recuperados e processados afim de manter as fibras têxteis vivas de maneira que se transformem em novos materiais 100% celulósicos e biodegradáveis. Segundo a BRIA, com o seu processo de reciclagem é possível afirmar que qualquer designer que opte em usar 100% algodão ou viscose em suas peças estará criando produtos que poderão ser sempre reciclados. A solução utilizada para que isso aconteça se baseia totalmente em química orgânica, em que materiais a base de celulose (como a viscose e o algodão) são dissolvidos em soluções químicas não tóxicas, muitas vezes sem produtos químicos, que utilizam menos água e geram menos lixo, ao reformular as moléculas de celulose da roupa e dar origem a algo novo: folhas flexíveis, papel filme, cartão, e até mesmo um material semelhante a madeira.

 
 

Imagem instagram @bria_uk – Teste Químico fase 1

 
 

Financiado pela EU-funded, a BRIA e Sabinna produziram uma coleção cápsula que serviu para provar o conceito dos processos desenvolvidos. As peças criadas seguem o estilo contemporâneo e ao mesmo tempo são sustentáveis e limpas, com jaquetas bombers, camisas, jeans, e suéters, que podem e devem ser reciclados o tempo todo. E não para por ai, ao explorar esse conceito é possível aproveitar retalhos e todo o material desperdiçado ou descartado, transformando-os em embalagens, etiquetas, decoração para as lojas, entre outras infinitas aplicações.

 
 

 
 

É um grande desafio fazer produtos sustentáveis e circulares em marcas de moda, pensando desde a fase inicial do design até o fim da vida útil da peça. Porém, com a escolha correta dos materiais e utilizando os processos de reciclagem e reuso, é possível a matéria prima se manter sempre viva, inesgotável, circulando e se transformando em novos materiais e produtos biodegradáveis. Vale lembrar que os recursos naturais do planeta são finitos, e não estarão disponíveis para sempre.

 

Quer aprender sobre Biodesign para Moda Sustentável? Descobrir processos, novos materiais, e como isso pode ser trabalhado na moda? Inscreva-se para o Curso em formato de Brainstorm BIOFASHION- Moda e Biodesign, dia 22 de Setembro em São Paulo.

 

CURSO BIO DESIGN: APRENDA A USAR A MICROBIOLOGIA PARA PRÁTICAS E MATERIAIS SUSTENTÁVEIS NA MODA #BIOFASHION

 
 

Todas as imagens BRIA e Sabinna. Todos os direitos reservados.

 
 

 

APRENDA A TÉCNICA DE TINGIMENTO NATURAL, ARTESANAL E MILENAR JAPONESA- OFICINA PRÁTICA DE SHIBORI ECO FRIENDLY #ECOLAB


 

APRENDA A CRIAR E PROGRAMAR TECIDOS ELETRÔNICOS E WEARABLES – OFICINA DE TECNOLOGIA VESTÍVEL PARA CRIAÇÃO DE VESTUÁRIO INTELIGENTE #FASHIONTECH


 

Please enter banners and links.

You may also like
UPCYCLING: ARTISTA TRANSFORMA LIXO EM ROUPAS INSPIRADAS NA RENASCENÇA
ESSAS ILUSTRAÇÕES SÃO VERDADEIRAS PÍLULAS DE INSPIRAÇÃO FASHION
CONFIRA O MELHOR DO WORLD OF WEARABLE ART 2018
MODA É ARTE OU ARTE É MODA? O CONTRASTE DA BAUHAUS E DA ERA VITORIANA NO DESIGN DE KATRANTZOU