| envie seu trabalho |seja colaboradorx |
Home > Alta Costura > DIOR USA ESTAMPARIA DE CERA COM ÍNDIGO PARA OS TECIDOS DA SUA COLEÇÃO

DIOR USA ESTAMPARIA DE CERA COM ÍNDIGO PARA OS TECIDOS DA SUA COLEÇÃO

A coleção 2020 Dior Cruise conta com tecidos de estampas de cera tradicionalmente africanos. Em colaboração com a fabricante Uniwax, a grife criou tecidos de cera nobres, complexos, que carregam raízes na Europa, Ásia e África. Nessa união cultural buscou-se traduzir a herança da marca em estampas de cera. A partir daí o Toile de Jouy Dior, grande clássico de padrão francês do século XVIII, foi o escolhido para ser representado com a técnica de estamparia com cera.
 

Fabricação Uniwax


 
Maria Grazia Chiuri, diretora criativa, vislumbrou algo arrojado, forte, tradicional e muito colorido. Assim os animais foram experimentados, e palmeiras, cartas de tarô e borboletas fizeram parte do composê dos tecidos.
 

 
A estamparia com cera é rica, luxuosa, complexa e passa por inúmeras etapas até chegar ao resultado final. Para iniciar, os padrões a serem estampados são escaneados, refeitos e estilizados com as cores que serão usadas. A partir do desenho é feito um negativo dele para gravação em cilindro de cobre. Esse cilindro é coberto por cera para estampar o tecido 100% algodão. Após a marcação do negativo no têxtil, é feita uma imersão do mesmo em um banho de corante índigo, que pegará em todas as parte do tecido que não houver cera. Então o tecido é lavado e a cera removida. Nessa etapa nada se perde, a cera removida é reciclada e reusada em futuras estampas.
 

 
O azul do índigo nessa técnica de estamparia não é tratada como uma cor e sim como uma base. Uma vez que o índigo já estiver definindo a estampa no tecido, é possível adicionar outras cores a ele, e então novamente 2 cilindros gravados passam por cima da estampa. O mix de cores alcançados é incrível, e apesar dos tecidos de cera geralmente serem desenvolvidos com cores saturadas, a Dior ao utilizar arquivos da Maison Uniwax trouxe tons terrosos, caqui e ferrugem para suas estampas da coleção. Confira todo o processo no vídeo abaixo:
 

 


 

 


 

Gosta de design sustentável? Conheça novas técnicas de tingimento, estamparia eco amigável e slow fashion na produção de acessórios, vestuário e artigos de decoração na Oficina de Estamparia Botânica com Eco Print para a criação de padrões em tecidos com corante natural derivados de plantas. Inscreva-se.

Você também pode conhecer nosso curso de Biofashion – Biodesign para Moda Sustentável aqui.
 

You may also like
DIOR UTILIZA ESTAMPARIA BOTÂNICA COM ECO PRINT
O LIVRO DE DESIGN SOBRE A VIDA DAS MAIORES 50 LENDAS DA MODA
NO 1º DIA DO SPFW BORDADEIRAS TOMARAM A PASSARELA DURANTE O DESFILE
UM LIVRO PARA INSPIRAR OS APAIXONADOS POR MODA E DESIGN
JÁ OUVIU FALAR EM CHUSEN? A BELA E CRIATIVA TÉCNICA DE ESTAMPAR
TODA ARTE E CONSTRUÇÃO TÊXTIL POR TRÁS DAS COLEÇÕES CHANEL E DIOR
DIOR: MAIS DE 30 HORAS DE TRABALHO E 1 MILHÃO DE PONTOS BORDADOS
MAISON LEMARIÉ: AS FLORES E PLUMAS MAIS CONHECIDAS DA ALTA COSTURA

Leave a Reply

Somente para Assinantes Premium :D